18.2 C
Sintra
Quinta-feira, Junho 17, 2021
Início Municípios Loures Município de Loures formalizou parceria para a criação do Parque da Várzea

Município de Loures formalizou parceria para a criação do Parque da Várzea

Projecto que terá 1829 hectares de solo urbano, que representam 11% da área do concelho -, conciliando essa ocupação com atividades desportivas, de lazer e recreio, culturais e pedagógicas, incluindo a observação de fauna e flora

PUB

O protocolo de colaboração que vai permitir a criação do Parque da Várzea e Costeiras de Loures, um espaço com mais de 1800 hectares que se pretende afirmar como ponto de encontro entre o rural e o urbano, foi assinado no dia 17 de Março 2021.

Este protocolo define os termos da manutenção e gestão do futuro Parque da Várzea e Costeiras de Loures e envolve quatro entidades: Câmara Municipal de Loures, Direção-Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Agência Portuguesa do Ambiente e Associação de Beneficiários de Loures.

“É um dia de grande felicidade para nós, que vemos concretizado um trabalho de muitos anos”, afirmou o presidente do Município de Loures, Bernardino Soares, acrescentando que a parceria agora estabelecida vai permitir “entregar à população aquilo que ela deve conhecer como seu”.

O projeto da Autarquia passa por continuar a fomentar o uso agrícola da área em que se desenvolverá o parque – 1829 hectares de solo urbano, que representam 11% da área do concelho -, conciliando essa ocupação com atividades desportivas, de lazer e recreio, culturais e pedagógicas, incluindo a observação de fauna e flora. Nesse sentido, está prevista a criação de uma rede de caminhos pedonais e cicláveis, através da adaptação de caminhos municipais e rurais existentes, bem como a realização de ações de limpeza de infestantes, requalificação e renaturalização das linhas de água.

“Não é possível preservar escondendo e fechando”, sustentou Bernardino Soares, sublinhando que o futuro Parque da Várzea terá “uma valorização supramunicipal” e constituirá um contributo relevante para a “ligação entre rural e urbano”.

Na assinatura do protocolo, o autarca fez questão de destacar a importância de acordos como o que agora foi estabelecido, envolvendo entidades das administrações públicas local e central e uma entidade privada. “Precisamos de encontrar mais parcerias deste tipo”, vincou, dirigindo ainda uma palavra de agradecimento à Associação de Beneficiários de Loures (ABL), sem a qual “a várzea não estaria nas condições em que está hoje”.

Este protocolo foi assinado também pelo vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, José Pimenta Machado, pelo diretor-geral da Direção-Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Gonçalo Mendes Freitas Leal, e por Vítor Caliça e Gregório Silva, da direção da ABL. Presentes estiveram ainda o vice-presidente da Autarquia, Paulo Piteira, e o vereador Tiago Matias.

A assinatura decorreu em Bucelas, no primeiro troço do ValoRio – Percurso Ribeirinho do Rio Trancão, que se encontra já disponível para fruição dos munícipes. Este espaço foi recentemente requalificado pela Câmara de Loures, com técnicas de engenharia natural, e abrange nesta fase uma extensão de 4,2 quilómetros, entre a ponte do Furadouro e o Freixial.

- PUB -

EM DESTAQUE

Município da Amadora promove apoios e respostas sociais aos munícipes

A Câmara Municipal da Amadora tem vindo a diversificar os seus serviços e respostas aos munícipes, ao nível da intervenção social, promovendo...

Arruda (ruta graveolens)

ARRUDA (ruta graveolens): Planta considerada rústica, em geral cultivada nas hortas. A cultura não apresenta qualquer dificuldade, sendo um tanto análoga à...

Rota do Caracol Saloio 2021

A Rota do Caracol Saloio do concelho de Loures está de volta. De 1 de junho a 31 de julho, visite os...

Colóquio – A Arte do Falso

O gradual abrandamento das medidas de confinamento impostas pela pandemia que vivemos, permite a reabertura da Exposição a “Arte do Falso” patente no...