18.2 C
Sintra
Quinta-feira, Junho 17, 2021
Início Municípios Cadaval Cadaval contará com mais de 10 quilómetros de percursos pedonais

Cadaval contará com mais de 10 quilómetros de percursos pedonais

Investimento aprovado ultrapassa o valor de 1,7 milhões euros, a ser comparticipado a 85 por cento por fundos comunitários.

PUB

Foi recentemente aprovada, pelo Programa Operacional Centro 2020, a 2ª Fase do projeto Mobilidade Urbana Sustentável – Cadaval, cujo investimento aprovado ultrapassa o valor de 1,7 milhões euros, a ser comparticipado a 85 por cento por fundos comunitários. O Concelho contará, no final da execução, com mais de 10 km de percursos pedonais e com beneficiação da rede pedonal nos aglomerados urbanos.

O objetivo central desta segunda fase do projeto consiste na expansão da rede de circuitos pedonais, cuja execução da primeira fase se encontra ainda em curso. Esse intuito decorre da constatação da importância dos mesmos para a promoção de uma mobilidade sustentável num concelho rural como é o Cadaval.

Pretende o Município ligar de, forma segura, as sedes de freguesia e os aglomerados urbanos de maior dimensão, assim como beneficiar a rede de percursos pedonais na vila do Cadaval e a rede pedonal nos aglomerados urbanos.

O projeto visa também criar circuitos pedonais adequados, promovendo a deslocação pedonal para os pequenos trajetos do dia-a-dia, aumentando, assim, a sustentabilidade dos trajetos curtos e a qualificação da mobilidade em meio urbano.

Assim, nesta segunda fase, serão criados os seguintes projetos/circuitos: Circuito Painho/Boiça do Louro (cruzamento Norte); Circuito Painho (Boiça)/Figueiros; Circuito Figueiros/Rotunda de Alguber; Circuito Pedonal Dagorda/Vermelha; Circuito Pedonal Sobrena/Peral; Rede Pedonal no Aglomerado Urbano de Alguber; Rede Pedonal no Aglomerado Urbano da Dagorda; Rede Pedonal no Aglomerado Urbana da Sobrena (Bairro da Quinta de St.º António); Rede Pedonal no Aglomerado Urbano de Vilar; Rede Pedonal no Aglomerado Urbana de Vilar/Avenal/Pereiro; Beneficiação da Rede de Percursos Pedonais na Vila do Cadaval – Rua 13 de Janeiro.

No final da execução das duas fases do projeto, o Concelho terá um total de 10,26 km de percursos pedonais.

Isto porque, ao preexistente circuito de 1 km, juntar-se-ão os 3,94 Km dos percursos em execução (referentes à 1.ª Fase) e os 5,32 Km de percursos pedonais desta 2.ª Fase. Já relativamente às intervenções em espaços públicos, ligadas à beneficiação das redes pedonais em aglomerados urbanos, estas atingirão os 7.290 m2.

Esta segunda fase, a avançar brevemente, tem um investimento total elegível de 1.714.044,97€ e conta com um apoio financeiro da União Europeia de 1.456.938,26€, no âmbito dos fundos FEDER e com uma taxa de comparticipação de 85 por cento.

Primeira fase do projeto ainda em fase de execução

Recorde-se que, no âmbito da primeira fase do projeto Mobilidade Urbana Sustentável – Cadaval, a decorrer desde o passado ano, estão a ser criados os seguintes circuitos: Circuito Chão do Sapo/Casal Cabreiro/Casais de Montejunto; Circuito entrada sul da vila/ zona de serviços; Circuito Cadaval/Alto do Bacalhau.

Esta fase conta com um investimento total elegível de 721.435,73€ e com um apoio financeiro da União Europeia de 613.220,37€, por fundos FEDER, com uma taxa de comparticipação de 85 por cento.

O objetivo central deste projeto é, tal como já referido para a segunda fase, a criação de uma rede de circuitos pedonais, dada a importância dos mesmos para a promoção de uma mobilidade sustentável num concelho rural.

O projeto decorre ainda da grande adesão verificada à Via Pedonal Ciclável de acesso à sede do Concelho – Cadaval/Casal Cabreiro, iniciativa de sucesso implementada em 2015.

Essa grande adesão demonstrou que a população está recetiva a aderir aos modos suaves nas suas deslocações diárias entre aglomerados urbanos e que faz todo o sentido ser replicada um pouco por todo o Concelho.

- PUB -

EM DESTAQUE

Feira Rural de Torres Vedras 2021

A Feira Rural Torres Vedras, que se realiza na Praça Dr. Alberto Manuel Avelino e no Parque do Choupal, irá contar com diversas...

Alto da Vigia foi classificado como Sítio de Interesse Público

O Sítio Arqueológico do Alto da Vigia, em Colares, foi classificado pelo Ministério da Cultura, através da Portaria n.º 198/2021, como Sítio de Interesse...

Rota do Caracol Saloio 2021

A Rota do Caracol Saloio do concelho de Loures está de volta. De 1 de junho a 31 de julho, visite os...

Árvores de Fruto: poda e formação da planta

Para todas as árvores de fruto há necessidade da realização da poda de formação, inicial, e das podas seguintes, de modo a...