15.6 C
Sintra
Domingo, Junho 20, 2021
Início Notícias Ambiente Semana Europeia da Mobilidade 2020 em Loures

Semana Europeia da Mobilidade 2020 em Loures

Semana Europeia da Mobilidade em Loures decorre de 16 a 22 de setembro de 2020

PUB

A Câmara Municipal de Loures assinala a Semana Europeia da Mobilidade, que decorre de 16 a 22 de setembro de 2020, e cuja temática é “Emissões Zero, Mobilidade para todos”, dando a conhecer alguns dos projetos que estão a ser implementados no concelho.

Parque da Várzea e Costeiras de Loures

A proposta de Rede de Caminhos Pedonais e Cicláveis do Parque da Várzea e Costeiras de Loures vai contribuir para o incremento da mobilidade suave no concelho ao conferir ligações pedonais e cicláveis entre as duas cidades e os principais aglomerados urbanos em seu redor.

Preconiza, igualmente, coesão aos perímetros urbanos em redor do parque; preserva e valoriza a Várzea; aproxima a população à atividade económica agrícola e aos valores naturais presentes, ao mesmo tempo que se articulam ligações aos aglomerados urbanos mais tradicionais e a elementos arquitetónicos, patrimoniais e históricos presentes.

O projeto da Rede de Caminhos Pedonais e Cicláveis tem como objetivo criar alternativas de mobilidade suave, além de garantir a fruição do parque.

Ligar as duas cidades do concelho – Loures e Sacavém – permite uma notável ligação em mobilidade suave, desenvolvendo outros eixos de ligação a localidades e freguesias em redor da Várzea: Loures, Infantado, Santo Antão do Tojal, São Julião do Tojal, Frielas, Unhos, Bobadela, São João da Talha e a Frente Ribeirinha do concelho de Loures.

A Várzea está rodeada de áreas densamente habitadas, com serviços, indústria e equipamentos e que este projeto irá contribuir para a mobilidade suave em deslocações do dia a dia, bem como desporto, recreio e lazer.

Este projeto da Rede de Caminhos Pedonais e Cicláveis encontra-se em fase de elaboração do estudo prévio, prevendo-se a conclusão do projeto de execução até ao final de 2020.

Os Caminhos da Água

Este projeto envolve uma extensão total de aproximadamente 12 quilómetros, integrando os canais do Alviela e do Tejo, inseridos no meio urbano entre a localidade da Bobadela e Santa Iria da Azóia.

Constitui-se como um percurso complementar e paralelo ao percurso ribeirinho, visando dar resposta às deslocações urbanas, através da formação de uma sub-rede que permitirá interligações entre diversos equipamentos (centros de dia, escolas, igrejas), coletividades, serviços públicos (finanças, juntas de freguesia, centros saúde, PSP), interfaces de transportes, zonas comerciais, o Instituto Superior Técnico (polo de investigação), património construído, parques e jardins e o rio Tejo.

Neste âmbito, está em preparação a assinatura de um protocolo com a EPAL – Empresa Portuguesa de Águas Livres, S.A., encontrando-se o projeto Os Caminhos da Água em fase de estudo.

Frente Ribeirinha

Este projeto pretende completar a ligação pedonal e ciclável intermunicipal, assegurando a funcionalidade de corredor ecológico e a continuidade do sistema de mobilidade urbana sustentável, ao longo do rio Tejo, entre os municípios de Vila Franca de Xira e Lisboa, articulado com as estações de caminho-de-ferro de Santa Iria de Azóia, Bobadela e Sacavém.

O percurso, com cerca de 6 quilómetros em passadiço pedonal, encontra-se em fase de execução.

Ciclovia Moscavide/Lisboa

Trata-se de um troço que se encontra em execução, com cerca de 300 metros, e que se desenvolve ao longo da Avenida Capitão Salgueiro Maia, tendo como ponto de partida a rotunda da Estrada da Circunvalação e até à ciclovia existente neste local (Moscavide – Sacavém), estabelecendo assim uma ligação ciclável intermunicipal, através dos aglomerados de Lisboa e Moscavide. A ciclovia será demarcada através de uma indicação adicional no pavimento, tipo faixa ciclável indicativa.

Ciclovia Sacavém Parque das Nações

Troço com cerca de um quilometro, que se encontra em fase de execução, e que se inicia adjacente à Urbanização Real Forte, na Rua Álvaro Pedro Gomes, a partir da ciclovia existente na N10 (Moscavide – Sacavém), terminando no limite com o Município de Lisboa, na Rua Domingos José de Morais.

Estabelece uma ligação à rede ciclável projetada, nomeadamente ao percurso ciclável Loures – Sacavém e ao percurso da Frente Ribeirinha.

Ciclovia Loures/Infantado

Troço em fase de execução com cerca de 300 metros.

Ciclovia Loures/Odivelas

O troço integrado no Portugal Ciclável 2030, com início no Parque Adão Barata, até à Avenida Salgado Zenha (Parque das Rolas, no Município de Odivelas), com uma extensão de 6 quilómetros, que se encontra em fase de adjudicação.

- PUB -

EM DESTAQUE