14.8 C
Sintra
Quinta-feira, Maio 6, 2021
Início Notícias Cultura COVID - 19 | Teatro ao Telefone quebra isolamento de idosos

COVID – 19 | Teatro ao Telefone quebra isolamento de idosos

Teatro ao Telefone, uma iniciativa conjunto da Câmara Municipal da Amadora, a Escola Superior de Teatro e Cinema e a Associação dos Amigos da Escola Superior de Teatro e Cinema

PUB

Apesar das inúmeras iniciativas que se têm vindo a observar nas redes sociais, com a transmissão de vários espetáculos em streaming, há camadas da população que não têm acesso a estas iniciativas, nomeadamente os mais idosos, principalmente os que vivem sozinhos. Mas agora, há uma forma de quebrar esse isolamento, nestes dias que se podem tornar mais difíceis de superar: o Teatro ao Telefone.

Quem disse que o teatro não se pode fazer à distância?
Na sequência do projeto Teatro de Identidades, a equipa de artistas pedagogos que o dinamiza vai continuar a manter contacto com os idosos participantes no projeto, mas à distância de uma chamada telefónica.

Algumas das atividades que estão a ser desenvolvidas são: Eu conto e tu Contas – Histórias curtas, que estimulam a criatividade, para que os seniores as continuem / Boas notícias – Notícias que tenham marcado as suas vidas, com informações otimistas / Histórias criadas pelos próprios seniores, que as contam aos artistas-pedagogos / Os seniores que se encontram mais expeditos, ligam aos que se encontram mais frágeis, aos seus pares / Leitura de pequenas histórias ao telefone, inspiradas no livro Histórias ao telefone de Giani Rodari, pedagogo artista das Escolas de Reggio Emilia.

De todas estas experiências irá sair uma peça de teatro, que se espera poder ser estreada no próximo mês de outubro, mês em que se comemora o Mês do Idoso.

Os seniores que participam no Teatro de Identidades frequentam habitualmente os Centros de Dia da Amadora, locais que estão, por estes dias, encerrados. Desta forma, acabam por ficar confinados às suas habitações, numa situação de isolamento social que se tenta combater com esta iniciativa do Teatro ao Telefone.
Não sendo possível continuar a desenvolver este trabalho nos espaços habituais, tenta-se combater o isolamento a que se vêm forçados muitos destes idosos, através de chamadas telefónicas, por parte dos artistas pedagogos.

Sobre o Teatro de Identidades
Uma parceria entre a Câmara Municipal da Amadora, a Escola Superior de Teatro e Cinema e a Associação dos Amigos da Escola Superior de Teatro e Cinema, e com financiamento do POR Lisboa, o Teatro de Identidades pretende dinamizar a prática teatral entre a população sénior que se encontra integrada nos Centros de Dia e a comunidade em geral, promovendo o envelhecimento ativo, a inclusão e a acessibilidade à arte.

Teatro Identidades é desenvolvido desde o ano letivo de 2012/2013, em Centros de Dia e Centros de Convívio destinados a seniores. Os intervenientes têm entre os 50 e os 95 anos e, apesar da heterogeneidade do grupo, muitos padecem de enfermidades decorrentes da idade, como Alzheimer e Demência.
Os artistas pedagogos são mestrandos de Teatro e Comunidade, e desenvolvem sessões semanais de teatro, movimento coreográfico, voz e canto. Estas sessões são dinamizadas em 5 Instituições Particulares de Solidariedade Social, envolvendo atualmente cerca de 90 pessoas.
Teatro em Casa iniciou no ano letivo de 2015/2016. É dinamizado no domicílio de 6 agregados familiares compostos por seniores isolados e em situação de dependência física.

- PUB -

EM DESTAQUE