11.5 C
Sintra
Sexta-feira, Março 5, 2021
Início Notícias Política Município de Torres Vedras e Centro Hospitalar do Oeste assinam protocolo de...

Município de Torres Vedras e Centro Hospitalar do Oeste assinam protocolo de cooperação

Protocolo assinado para melhorar e reforçar os serviços de saúde prestados na Unidade de Torres Vedras do CHO

PUB

A Câmara Municipal de Torres Vedras e o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) celebraram no passado dia 12 de Fevereiro o protocolo de cooperação que visa melhorar e reforçar os serviços de saúde prestados na Unidade de Torres Vedras do CHO. O documento foi assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, e pela presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste, Elsa Baião, numa cerimónia que contou com a presença do secretário de Estado da Saúde, António Sales.

Elsa Baião afirmou que a assinatura do protocolo significa “um investimento do Município com o intuito de devolver as melhores condições à infraestrutura, apostando no incremento das condições de trabalho para os profissionais e nas condições de atendimento para os utentes.” Elsa Baião sublinhou que esta cooperação “permitirá contribuir para a melhoria das condições de salubridade, comodidade e conforto destas instalações”, destacando que o Município “tem sido um importante parceiro no nosso desígnio de prestar cuidados de saúde e na melhoria das infraestruturas.”

Infraestruturas e equipamentos, recursos humanos e transição para o futuro Hospital do Oeste foram as três dimensões do protocolo destacadas por Carlos Bernardes. Desta forma, além de “dignificar os profissionais” e “melhorar os equipamentos”, Carlos Bernardes salientou o trabalho que está a ser desenvolvido pelos municípios do Oeste em torno da definição do perfil do futuro Hospital do Oeste.

“Não foi fácil chegar ao dia de hoje” referiu, dirigindo-se ao secretário de Estado da Saúde. Segundo o presidente da Câmara Municipal, as 17 medidas deste protocolo são “fundamentais”, sendo partilhadas entre o CHO, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, o Ministério da Saúde e o Município.  O autarca destacou o trabalho desenvolvido entre a Câmara Municipal e a Assembleia Municipal, mas lamentou que “do ponto de vista político, não houve oportunidade de haver consensos”.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, a cerimónia de assinatura do protocolo “é um exemplo paradigmático do caminho que devemos prosseguir no sentido da descentralização das competências do Estado Central para as câmaras municipais”, destacando a “ação proativa de quem conhece a realidade local, a história e as suas gentes.” António Sales enfatizou que a Câmara Municipal de Torres Vedras “quis dar um sinal claro, firme, à população de Torres Vedras, que merece uma unidade de saúde mais reforçada e mais capaz de dar resposta às suas necessidades e aos seus anseios.”

O secretário de Estado defendeu que “o Governo tem consciência dos constrangimentos que a Unidade de Torres Vedras vive e viveu” e olhou para os desafios do presente e do futuro. “É por isso que não baixamos os braços, porque acreditamos que é possível resolver muitos dos problemas” acrescentou.

Recorde-se que o protocolo pretende implementar “soluções duradouras de correção, melhoria e diferenciação da prestação de serviços de saúde” na Unidade de Torres Vedras do CHO. O protocolo estará em vigor até à execução integral das medidas nele constantes, sendo a sua execução acompanhada pela Assembleia Municipal, através de reuniões trimestrais com a Câmara Municipal e o Centro Hospitalar do Oeste.

- PUB -

EM DESTAQUE

Abertas candidaturas para dois concursos na área do Turismo

O Turismo Centro de Portugal comunica que estão abertas, até dia 15 de março, candidaturas para dois concursos na área do Turismo,...

Município de Sintra emite esclarecimento sobre licenciamento de edificações pré-fabricadas, casas de madeira e afins

A Câmara Municipal de Sintra informa aos interessados que pretendam instalar edificações pré-fabricadas, que todas estas construções e ocupações do território carecem...

Arruda dos Vinhos dá acesso gratuito a mais de 7000 publicações online

Os utilizadores da Biblioteca Municipal de Arruda dos Vinhos já podem usufruir do serviço PressReader, plataforma digital que disponibiliza, gratuitamente, jornais e...

Formação gratuita: Laboratório de mediação leitora

Local: Plataforma online ZoomDestinatários: Professores, educadores e adultos mediadores Uma das maiores angústias dos mediadores na sua relação individual com crianças...